Erasure

  • 30/10/2018
  • 0 Comentário(s)

Erasure

Em 1985, ninguém acreditaria que o Erasure, formado por um tecladista tido como arrogante e um vocalista performático e exibicionista, daria certo. Ainda mais que Vince Clarke, o tecladista em questão, foi um dos fundadores do Depeche Mode e abandonou a banda após o sucesso de “I Just can’t get enough”. Não satisfeito, bombou nos anos seguintes com o “Yazoo” (do hit “Don’t go”), mas também não seguiu adiante com a dupla.


O insatisfeito Vince Clarke decidiu então partir para um novo projeto. Após colocar um anúncio em um jornal de música, ele entrevistou 41 rapazes, tentando encontrar um cantor. Mas só aprovou o 42º: era Andy Bell, de personalidade excêntrica, que contrastou perfeitamente com o perfil low profile de Clarke. Ambos formaram o Erasure, que assim como Depeche Mode (nos anos 80) e Yazoo, tinha como base os sintetizadores. Porém, com uma pegada mais pop e dançante.

O primeiro disco do Erasure, “Wonderland” (1986), não foi bem recebido pela crítica. Vince, já acostumado com o sucesso por conta das bandas anteriores, quase pensou em desistir. A recepção foi melhor no segundo álbum, “The Circus”, que conseguiu chegar ao sexto lugar nas paradas britânicas. Mas foi com o terceiro álbum, “The Innocents”, que o Erasure alcançou o primeiro lugar, com músicas como “A Little Respect”.

A dupla manteve o sucesso nos álbuns seguintes com hits como “Blue Savannah”, “I love to hate you” e uma versão ao vivo de “Oh, L’Amour”. Os shows do Erasure, cada vez mais performáticos, consagraram Andy Bell, com suas fantasias de penugens e purpurinas, em ícone gay (em 2005, Andy anunciaria que era HIV positivo desde 1998).

. "Preparem-se para o mais gay de todos os tangos", diz Andy Bell, antes de cantar "I love to hate you"

Em 1992, decidiram homenagear o ABBA, de quem eram fãs, lançando “ABBA-esque”, com covers do grupo sueco. Segundo os críticos, Bell conseguiu reproduzir perfeitamente as vozes de Frida e Agnetha, as duas musas do ABBA.

Ao longo da década de 90 e 2000, o Erasure lançou 21 discos, entre álbuns inéditos, ao vivo, coletâneas e remixes. O último disco de estúdio foi lançado em 2007, “Light At The End Of The World”.

Em 2009, o Erasure planeja o lançamento de um álbum triplo em homenagem aos 21 anos de “The Innocents”, considerado o 14º disco mais gay da história. No próximo dia 12 de outubro, Vince e Andy também lançam o EP “Phantom Bride”, que inclui uma versão remasterizada da música e remixes de algumas faixas de “The Innocents”, como “A Little Respect”.


0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


 Locutor no Ar

Dj Fanatic ( André)

Flash Back no Stop!

00:00 - 23:59

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Inxs

New sensation

top2
2. Rick Astley

Take Me To Your Heart

top3
3. Kim Carnes

Bette Davis Eyes

top4
4. J Geils Band

Freeze Frame

top5
5. Billy Idol

Dancing With Myself

Anunciantes